Página inicial > Fotografias e Vídeos > Vídeos > Do Maranhão ao Rio de Janeiro: populações resistem aos impactos da (...)

Do Maranhão ao Rio de Janeiro: populações resistem aos impactos da mineração



sexta-feira 2 de setembro de 2016

Nos dias 15 e 16 de abril, moradores e moradoras de Piquiá de Baixo (Açailândia - MA) e de Santa Cruz (Rio de Janeiro - RJ) participaram da oficina ’Vigilância Popular em Saúde para as comunidades impactadas pela Siderurgia’, organizada pela Rede Justiça nos Trilhos e pelo Instituto Políticas Alternativas para o Cone Sul (Pacs). Durante os dois dias, trocaram experiências sobre os impactos da siderurgia em suas vidas e os problemas de saúde resultantes da poluição ambiental.